Eventos adversos pós-vacina contra a febre tifoide

A vacina contra febre tifoide não apresenta valor no controle da doença ou de seus surtos, sendo para isto mais importante as medidas de higiene pessoal e a melhoria do saneamento. As vacinas utilizadas pelo PNI são produzidas através do polissacarídeo purificado (extraído do antígeno de superfície da Salmonella typhi), de uso subcutâneo a partir de bactérias vivas atenuadas, de uso oral. As vacinas são bem toleradas e seus eventos, normalmente discretos (BRASIL, 2008; BRASIL, 2003).

 

Eventos adversos pós-vacina contra a febre tifoide

febre tifoide

 

Referências:

  • Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância Epidemiológica.  Manual de vigilância epidemiológica de eventos adversos pós-vacinação – Brasília: Ministério da Saúde, 2008.
  • Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância Epidemiológica. Vigilância dos eventos adversos pós-vacinação: cartilha para trabalhadores de sala de vacinação. – Brasília: Ministério da Saúde, 2003.