Eventos adversos após vacina adsorvida meningocócica C (conjugada – CRM197)

Introduzida no calendário básico de vacinação da criança no ano de 2010, a vacina adsorvida meningocócica C (conjugada CRM197) é indicada para proteção da doença invasiva causada por Neisseria meningitidis do sorogrupo C, a partir dos três meses a menor de dois anos de idade, apresentando uma eficácia de 98 a 100% após a segunda dose. Como ocorre com outros imunobiológicos a vacina meningocócica do grupo C pode causar algumas reações indesejáveis em certas pessoas. A maioria dos eventos foram autolimitados e desapareceram dentro do período de acompanhamento (BRASIL, 2010; ALEXANDRE & DAVID, 2011).

 

 Eventos adversos após vacina adsorvida meningocócica C (conjugada – CRM197)

meningo

 

Referências: 

  • ALEXANDRE, L.B.S.P.; DAVID, R. Vacinas: orientações práticas. 3. ed. São Paulo: Martinari, 2011.
  • Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância Epidemiológica.  Manual de vigilância epidemiológica de eventos adversos pós-vacinação – Brasília: Ministério da Saúde, 2008.
  • Fonte: Informe Técnico da Introdução da Vacina Meningocócica C (Conjugada) no Calendário de Vacinação da Criança/MS, 2010.