Eventos adversos após a vacina contra tétano e difteria

A vacina dupla bactéria contém toxoides diftérico e tetânico adsorvidos em hidróxido ou fosfato de alumínio e timerosal como conservante.

No PNI a vacina está disponível na apresentação dupla infantil (DT) para uso em crianças até sete anos que tenham contraindicação formal de receber o componente pertussis presente nas vacinas DTP/tetravalente/pentavalente e dupla adulto (dT), para uso em crianças com mais de sete anos e adultos.

O número anterior de doses aplicadas, nível prévio de antitoxina, tipo e quantidade do adjuvante, via e método de administração da vacina, presença de outros antígenos na preparação escolhida e talvez pela concentração do toxoide ou pela presença de organomercuriais pesados usados como preservativo, podem influenciar diretamente na gravidade e a incidência das reações adversas causadas, principalmente as reações locais (BRASIL, 2008; ALEXANDRE & DAVID, 2011).

 Eventos adversos após a vacina contra tétano e difteria

 

Referências: 

  • ALEXANDRE, L.B.S.P.; DAVID, R. Vacinas: orientações práticas. 3. ed. São Paulo: Martinari, 2011.
  • Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância Epidemiológica.  Manual de vigilância epidemiológica de eventos adversos pós-vacinação – Brasília: Ministério da Saúde, 2008.