Hepatites Virais

Hepatite é denominação atribuída à inflamação do fígado, podendo ter várias etiologias: imunológica, medicamentosa, alcoólica e infecciosa (causada por bactérias, protozoários ou vírus).

As hepatites infecciosas estão associadas a alguns tipos de vírus que têm em comum a capacidade de causar inflamação e necrose no fígado.

São cinco os principais tipos de vírus que determina hepatites, identificados por letras do alfabeto: A, B, C, D e E.

A principal característica do vírus, portanto, é o tropismo primário pelo fígado, ou seja, ao se instalarem no organismo têm preferência pelo fígado. São agravos de importância em saúde pública pelo número de indivíduos atingidos e pela possibilidade de complicações das formas agudas e evolução para formas crônicas, podendo levar à cirrose e ao câncer do fígado. Com características epidemiológicas, clínicas e laboratoriais semelhantes, as hepatites apresentam importantes particularidades, como as resumidas no quadro a seguir.

 Principais características dos vírus que causam a hepatite

hepatite

Outros vírus, esporadicamente, podem produzir hepatites agudas que são clínica e bioquimicamente semelhantes aos tipos mencionados, destacando-se o Citomegalovírus, o vírus Epstein-Barr e o vírus da febre amarela.

A suscetibilidade aos vírus causadores das hepatites é geral, sendo, no entanto, específica para cada uma das etiologias, fazendo, por exemplo, com que uma pessoa seja suscetível ao vírus tipo A e não ao tipo B ou ao C.

Na sequência as principais características das hepatites causadas pelo vírus A, pelo vírus B e vírus D, considerando a disponibilidade de vacinas para estes dois tipos de vírus, no âmbito do PNI.

Referência: 

  • Bahia. Secretaria da Saúde. Superintendência de Vigilância e Proteção da Saúde. Diretoria de Vigilância Epidemiológica. Coordenação do Programa Estadual de Imunizações. Manual de procedimento para vacinação. Salvador: DIVEP, 2011.

Deixe uma resposta