Procedimentos para Administração de Vacinas

Ao utilizar vacinas, soros e imunoglobulinas o vacinador deve levar em conta aspectos específicos relacionados à composição, à apresentação, à via e ao local de administração, número de doses, intervalo entre as doses, idade recomendada, conservação e validade.

Vacinas e soros em suas diferentes apresentações

Os cuidados e procedimentos que envolvem cada um desses aspectos são fundamentais para que não haja comprometimento do processo de imunização induzido pela vacinação.

QUADRO 1 – Padronização lado do corpo humano para administração de vacinas

padronizaçao* Fonte: Informes Técnicos – MS/SVS/CGPNI; Manual de Procedimentos para Vacinação – SES Bahia (2011), e bulas dos imunobiológicos.

 

 

QUADRO 2 – Vias de administração de vacinas e agulha indicada.

via_admi

* Fonte: Informes Técnicos – MS/SVS/CGPNI; Manual de Procedimentos para Vacinação – SES Bahia (2011), e bulas dos imunobiológicos.