Vacina Hepatite B (recombinante)

COMPOSIÇÃO
–  1ª geração: vírus inativados.
– 2ª geração: engenharia genética (recombinação do DNA), sendo utilizada atualmente.
APRESENTAÇÃO

Líquida, em ampola de dose única ou frascos multidoses.

ESQUEMA
    • Para recém-nascidos: administrar 1 (uma ) dose ao nascer, o mais precocemente possível, nas primeiras 24 horas, preferencialmente nas primeiras 12 horas após o nascimento, ainda na maternidade.
      • Esta dose pode ser administrada até 30 dias após o nascimento.
      • Completar o esquema de vacinação contra hepatite B com a combinada vacina penta (vacina adsorvida difteria, tétano, pertussis, hepatite B (recombinante) e Haemophilus influenzae B (conjugada), aos 2 (dois), 4 (quatro) e 6 (seis) meses de idade.

 

    • Para crianças que iniciam esquema vacinal a partir de 1 (um) mês de idade até 4 (quatro) anos 11 meses e 29 dias: administrar 3 (três) doses da vacina penta (vacina adsorvida difteria, tétano, pertussis, hepatite B (recombinante) e Haemophilus influenzae B (conjugada), com intervalo de 60 dias entre as doses, mínimo de 30 dias.

 

    • Para indivíduos de 5 (cinco) a 49 anos:
      • Sem comprovação vacinal: administrar 3 (três) doses da vacina hepatite B com intervalo de 30 dias entre a primeira e a segunda doses e de 6 (seis) meses entre a primeira e a terceira doses (0,1,6).
      • Em caso de esquema vacinal incompleto, não reiniciar o esquema, apenas completá-lo conforme situação encontrada.

 

    • Para gestantes em qualquer faixa etária e idade gestacional: administrar 3 (três) doses da vacina hepatite B, considerando o histórico vacinal anterior.

 

    • Para indivíduos integrantes dos grupos vulneráveis, independe da faixa etária ou comprovação da condição de vulnerabilidade (trabalhadores da saúde, bombeiros, policiais, caminhoneiros, carcereiros, coletores de lixo, agentes funerários, comunicantes sexuais de pessoas portadoras de VHB; doadores de sangue; homens e mulheres que mantêm relações sexuais com pessoas do mesmo sexo (HSH e MSM); lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais (LGBT); pessoas reclusas (presídios, hospitais psiquiátricos, instituições de adolescentes privados de liberdade, forças armadas, entre outras); manicures, pedicures e podólogos; populações de assentamentos e acampamentos, potenciais receptores de transfusões de sangue ou poli transfundido; profissionais do sexo/prostitutas; usuários de drogas injetáveis, inaláveis e pipadas; portadores de DST; e a população indígena): administrar 3 (três) doses com intervalo de 30 dias entre a primeira e a segunda doses e de 6 (seis) meses entre a primeira e a terceira doses. Considerar a história vacinal anterior.

 

DOSE E VOLUME

0,5 ml até os 19 anos de idade e 1 ml a partir de 20 anos.

- Grupos de risco (renais crônicos, poli transfundidos, hemofílicos, etc): encaminhar para a Epidemiologia, receberão o dobro da dose – 1,0 ml para adultos menores de 20 anos, e 2,0 ml para maiores de 20 anos.

PARTICULARIDADES
    • Em recém-nascidos de mães portadoras de hepatite B, administrar a vacina e a imunoglobulina humana anti-hepatite B, preferencialmente nas primeiras 12 horas, podendo a imunoglobulina ser administrada no máxima até 7 (sete) dias de vida.
    • Recomenda-se consultar o manual dos Centros de Referência para Imunobiológicos Especiais  - CRIE para verificar outras indicações da vacina hepatite B e imunoglobulina humana anti-hepatite B nesses centros.

 

CONSERVAÇÃO

Entre +2°C e +8°C. Não pode ser congelada.

Depois de aberto o frasco multi-doses, a vacina pode ser utilizada até a data do vencimento (validade), desde que respeitadas as precauções de controle de temperatura e prevenção de contaminação.

 

VIA DE ADMINISTRAÇÃO

IM profundo.

  • Maiores de 2 anos de idade: deltoide.
  • Menores de 2 anos de idade: face ântero-lateral da coxa.

Não deve ser administrada na região glútea (principalmente em crianças maiores e adultos), pois pode haver inoculação no tecido adiposos, diminuindo a produção de anticorpos.

Imagem2

ADMINISTRAÇÃO
  • O frasco multi-doses da vacina contra Hepatite B pode ser utilizado até a data de validade, desde que respeitadas as condições ideais de temperatura adequada e cuidados quanto à contaminação.
  • Registrar data e hora da abertura do frasco. Quando do vencimento do prazo para utilização, desprezar de acordo com a rotina da Unidade.
  • Limpar a tampa do frasco com algodão seco.
  • Perfurar a tampa de borracha do frasco multidoses em locais diferentes.
  • Fazer movimento rotativo com o frasco antes de aspirar cada dose para homogeneizar o conteúdo.
  • Utilizar a mesma agulha para aspirar e administrar a vacina.
  • Após aspirar, guardar o frasco na caixa térmica até a próxima utilização.
  • Injetar o líquido no músculo lentamente.

Obs.: Ao administrar a vacina anti-Hepatite B em hemofílicos fazer, imediatamente após a administração, compressão local por 5 minutos com algodão seco. Se possível, vacinar logo após a administração do fator de coagulação. Orientar o paciente ou seu acompanhante que pode ser aplicada compressa fria no 1º dia por 15 minutos, 3 vezes ao dia. (Nunca usar compressa quente).